Plano de parto – o que é, como protocolar!

Você sabia que pode fazer um Plano de Parto?
Você sabia que você pode protocolar seu plano de parto?
Você sabia que a Organização Mundial de Saúde – OMS já fala há muito tempo sobre a importância do Plano de Parto?
Aqui você encontrará o modelo do plano de parto e o modelo de notificação extra judicial para protocolo de Plano de Parto.
Como o nome sugere o Plano de parto é um planejamento para o parto. Tá certo, parto nem sempre sai conforme planejamos, mas você pode escrever detalhadamente aquilo que você quer ou não e protocolar em todas as maternidades. Digamos, que o Plano de Parto pode ajudar você a não sofrer violência obstétrica e se passar por isso, amigx, tem uma prova em suas mãos para um futuro processo judicial.
Vamos lá?
No Plano de Parto deve conter elementos desde o trabalho de parto até depois do parto. Em forma de lista. Você pode consultar as recomendações da OMS, livros, o que puder para auxiliar você.
A quem você deve mostrar: se estiver com médico particular deve ser apresentado a ele. A sugestão é que o Plano de Parto deve ser protocolado em todas as maternidades da região – vai que algum imprevisto ocorra e vocês não consigam chegar a tempo na maternidade anteriormente escolhida? Ao seu (ou sua) acompanhante. A sua doula.
MODELO DE PLANO DE PARTO
É um modelo pode ser acrescido ou retirado itens, faça como achar melhor para você.
Eu (nome gestante)  e (nome acompanhante )e minha doula (nome) estamos cientes de que o parto pode tomar diferentes rumos. Abaixo listamos nossas preferências em relação ao parto e nascimento do nosso filho, caso tudo transcorra bem. Sempre que os planos não puderem ser seguidos, gostaríamos de ser previamente avisado se consultados a respeito das alternativas.

Trabalho de parto:

– presença de meu marido e/ou doula.

– Ser tratada pelo meu nome (escrever nome).
– Evitar comentários negativos ou desestimulantes.
– Exame de toque somente quando for necessário minimizando e explicando sempre que houver a necessidade de fazê-lo.
-sem tricotomia (raspagem dos pelos pubianos) e enema (lavagem intestinal).
-sem perfusão contínua de soro e ou ocitocina 
-liberdade para beber água e sucos enquanto seja tolerado. 
-liberdade para caminhar e escolher a posição que quero ficar. 
-liberdade para o uso ilimitado do chuveiro. 
-monitoramento fetal: apenas se for essencial, e não contínuo. 
-analgesia: peço que não seja oferecido anestésicos ou analgésicos. Eu  pedirei quando achar necessário.E se achar necessário que seja feita minha vontade.
-sem rompimento artificial de bolsa
– liberdade para me manifestar oralmente da maneira que me sentir melhor, seja por gemidos, barulhos, cantos e gritos.
 
Parto:
– Gostaria que minha doula (que me acompanhará durante o trabalho de parto) fosse substituída por meu marido durante o parto.
 -Liberdade para escolher a posição que ficar mais confortável, tendo preferência em ficar de ficar de cócoras ou semi-sentada (costas apoiadas). A posição“deitada de pernas para cima”, pernas amarradas ou algo que impossibilite meu conforto não será tolerado.
 -prefiro fazer força só durante as contrações, quando eu sentir vontade,em  vez de ser guiada. Gostaria de um ambiente especialmente calmo nesta hora.
-não vou tolerar que minha barriga seja empurrada para baixo.
-episiotomia: só se for realmente necessário. Não gostaria que fosse uma intervenção de rotina.
-gostaria que as luzes fossem apagadas (penumbra) e o ar condicionado desligado na hora do nascimento.
– Gostaria que meu bebê nascesse em  ambiente calmo e silencioso.
-gostaria de ter meu bebê colocado imediatamente no meu colo após o parto com liberdade para amamentar.
-gostaria que o pai cortasse o cordão após o mesmo ter parado de pulsar.
– Uso de máquina fotográfica para que meu marido e/ou doula possam fotografar.

 Após o parto:
-aguardar a expulsão espontânea da placenta, sem manobras, tração ou massagens. Se possível ter auxílio da amamentação.

– Poder ver e avaliar o que será feito com minha placenta, não gostaria que a mesma virasse lixo hospitalar instantaneamente.
-ter o bebê comigo o tempo todo enquanto eu estiver na sala de parto, mesmo para exames e avaliação.
-liberação para o apartamento o quanto antes com o bebê junto comigo.Quero  estar ao seu lado nas primeiras horas de vida.
-alta hospitalar o quanto antes.

Cuidados com o bebê:

-administração de nitrato de prata ou antibióticos oftálmicos apenas se  necessário e somente após o contato comigo nas primeiras horas de vida.
-administração de vitamina K oral (nos comprometemos em dar continuidade nas doses).
-quero fazer a amamentação sob livre demanda.
-em hipótese alguma, oferecer água glicosada, bicos ou qualquer outra coisa ao bebê.

-alojamento conjunto o tempo todo. Pedirei para levar o bebê caso esteja muito cansada ou necessite de ajuda.
-gostaria de dar o banho no meu bebê e fazer as trocas (ou eu ou meu marido).

Caso a cesárea seja necessária:

-exijo o início do trabalho de parto antes de se resolver pela cesárea.
-quero a presença da doula e de marido na sala de parto.

-anestesia: peridural, sem sedação em momento algum.
-na hora do nascimento gostaria que o campo fosse abaixado para que eu possa vê-lo nascer.
-gostaria que as luzes e ruídos fossem reduzidas e o ar condicionado desligado.
-após o nascimento, gostaria que colocassem o bebê sobre meu peito e que  minhas mãos estejam livres para segura-lo.
-gostaria de permanecer com o bebe no contato pele a pele enquanto estiver nasala de cirurgia sendo costurada.
-também gostaria de amamentar o bebê e ter alojamento conjunto o quanto antes.      


Agradeço muito a equipe envolvida e a ajuda para tornar esse momento especial e tão importante para nós em um momento também feliz e tranqüilo como deve ser.

Muito Obrigada,

Local e data,

Assinatura dos pais 

Contato:

(O campo de assinaturas deve constar a assinatura de todos os envolvidos no modelo do Plano de Parto)

 

 MODELO DE NOTIFICAÇÃO EXTRA JUDICIAL PROTOCOLO PARA PLANO DE PARTO
Prezado Sr. Diretor;
 Na qualidade de consumidora e usuária deste estabelecimento médico, eu, FULANA DE TAL, nacionalidade, profissão, com endereço à Rua XXXXXX, n. XXX, Bairro XXXXX, CEP:XXXXX-XX, CIDADE, ESTADO, venho informar e requerer o que se segue:
A Organização Mundial de Saúde classifica como conduta claramente útil e que deverá ser encorajada a confecção de um plano de parto individual, determinando onde e por quem o parto será realizado, feito em conjunto com a grávida durante a gestação, e comunicado a seu marido/ companheiro e, se aplicável, a sua família.
Na expectativa do nascimento de meu filho nos próximos meses, e planejando ser atendida nesta instituição hospitalar, venho formalizar a entrega do meu Plano de Parto. Informo, na oportunidade, que tal documento foi redigido após dedicado estudo das evidências científicas e reflete com precisão as minhas escolhas para o meu atendimento e o do meu filho.
O Código de Ética Médica estabelece, em seu artigo 31, que é vedado ao médico “desrespeitar o direito do paciente ou de seu representante legal de decidir livremente sobre a execução de práticas diagnósticas ou terapêuticas, salvo em caso de iminente risco de morte.”. No mesmo sentido, o artigo 24 o proíbe de “deixar de garantir ao paciente o exercício do direito de decidir livremente sobre sua pessoa ou seu bem-estar, bem como exercer sua autoridade para limitá-lo.” Isto posto, e levando-se em conta, ainda, a legislação consumerista e civil, não restam dúvidas sobre o meu direito de decidir sobre as melhores práticas a serem adotadas no meu atendimento e ao do meu bebê.
Segue anexo o referido Plano de Parto, que deve ser levado ao conhecimento de toda a equipe de plantonistas. Coloco-me à disposição de V.Sª para quaisquer esclarecimentos adicionais.
Atenciosamente,
 FULANA DE TAL
Bibliografia Digital
Recomendação da OMS em espanhol:
Plano de Parto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.